Santa Catarina

  • SC tem alta de 56% nas exportações de carne no 1º semestre de 2019 em comparação com 2018
    on 16 de julho de 2019 at 00:47

    Estado embarcou mais de 929 mil toneladas, contra 597,6 mil do mesmo período no ano passado. Avicultura em Santa Catarina Cristiano Estrela/Secom/Divulgação Santa Catarina registrou um crescimento de 56% nas exportações de carne no primeiro semestre de 2019 em comparação com o mesmo período de 2018, segundo a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural. Este ano, nos primeiros seis meses, o estado embarcou mais de 929 mil toneladas, contra 597,6 mil do mesmo período no ano passado. Frango A carne de frango continua como principal alimento das exportações catarinenses. Foram embarcadas 727,5 mil toneladas no primeiro semestre de 2019. O número representa 58,8% a mais do que o mesmo período de 2018. Em relação ao faturamento, a alta é de 60,5%, o que representa mais de U$ 1,25 bilhão. Os principais compradores da carne de frango de Santa Catarina são Japão, China e Emirados Árabes Unidos. Suínos Também houve crescimento na exportação da carne suína. Neste primeiro semestre de 2019, foram enviadas ao exterior 201,6 mil toneladas, o que representa 44,5% a mais do que no mesmo período do ano passado. O faturamento foi de US$ 392,5 milhões. No caso da carne suína, os maiores compradores são China, Hong Kong e Chile. A Rússia voltou a importar o alimento e já é o quinto destino do produto. Peste na China Para o analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), Alexandre Giehl, as expectativas para o ano são positivas. Uma das causas para o aumento na exportação foram os casos de peste suína africana na China e outros países asiáticos. Com isso, a produção chinesa deve diminuir em até 30%, o que levará a uma maior importação de carne. Considerando apenas esse país, Santa Catarina exportou 74,3 mil toneladas de carne suína para a China nos primeiros seis meses de 2019, o que gerou uma receita de US$ 156,4 milhões. Este número é 50% maior em comparação com o primeiro semestre de 2018, conforme a secretaria. As exportações da carne de frango para a China também cresceram 56,7% em termos de valor. Veja mais notícias do estado no G1 SC […]

  • Veja medidas para reduzir consumo de energia elétrica no inverno, segundo Celesc
    on 16 de julho de 2019 at 00:46

    Empresa recomenda banhos mais rápidos e manter janelas e portas fechadas quando usar aquecedor elétrico. Celesc recomenda banhos entre 5 e 8 minutos para que não se gaste muita energia elétrica Pixabay/Divulgação As Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) divulgaram nesta segunda-feira (15) medidas para economizar energia elétrica no inverno. A principal delas é não demorar muito no banho. Segundo a empresa, o uso prolongado do chuveiro elétrico pode representar um acréscimo de 25% a 35% da despesa total com a luz. O gerente do Departamento de Eficiência Energética e P&D da Celesc, Thiago Jeremias, diz que o uso do chuveiro no modo inverno demanda, em média, 30% a mais de energia do que na posição verão. A recomendação é que o banho dure entre cinco e oito minutos. Outra dica é se programar para que ele ocorre nas horas mais quentes do dia, no final da manhã ou início da tarde, quando a temperatura está mais elevada. Confira abaixo outras dicas: Chuveiro – ainda em relação aos chuveiros, se a regulagem for feita por meio de uma vareta, reduza a potência e solte menos água. Dessa forma, a temperatura da água vai subir e será possível economizar energia e água. Nunca reaproveite uma resistência queimada, pois ela aumenta o consumo de luz, além de ser um risco para a segurança do usuário. Se possível, instale um sistema de aquecimento solar de água em casa. Aquecedor – mantenha janelas e portas fechadas para evitar a entrada de ar frio. Limpe os filtros com frequência e desligue o aparelho quando sair do ambiente por tempo prolongado. Nunca se deve cobrir um aquecedor elétrico, pois há risco de incêndio. Ferro de passar roupas – acumule bastante roupas para ligar o ferro o mínimo de vezes possível. Comece pelos tecidos mais leves, para aproveitar o calor do aparelho para as roupas mais grossas. Máquina de secar roupas – se puder, seque as roupas ao ar livre. Caso precise usar a máquina, coloque a quantidade máxima indicada no manual para reduzir o esforço que o eletrodoméstico precisará fazer. Além disso, mantenha o filtro sempre limpo. Geladeira – ajuste o termostato de acordo com a época do ano, mantenha a borracha de vedação em bom estado, não deixe a porta aberta por muito tempo, não guarde alimentos quentes e não seque roupa atrás do eletrodoméstico. Veja mais notícias do estado no G1 SC […]

  • Nova cadela de busca e salvamento do Corpo de Bombeiros de SC é escolhida após seleção
    on 15 de julho de 2019 at 23:28

    Moana, de 53 dias, foi selecionada após teste. Ela só poderá atuar após completar 18 meses de vida. Moana foi escolhida após seleção do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina Corpo de Bombeiros/Divulgação O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) ganhou um reforço. A cadela Moana, de 53 dias, foi aprovada em uma seleção e passa a integrar o 7º Batalhão da corporação, com sede em Itajaí, no Vale. Moana foi selecionada em avaliação que durou dois dias. No processo, o Corpo de Bombeiros atuou em parceria com uma especialista em comportamento canino. Foram realizados testes em 15 filhotes na faixa etária de 50 dias de vida. A cadela passa a atuar com o soldado BM Thiago Amorim. A ideia é que ela siga os passos do cão Ice, primeiro cachorro salva-vidas de SC aposentado pelos bombeiros em dezembro do ano passado. Moana, à esquerda, é vista como sucessora do cão Ice (direita), aposentado em 2018 Corpo de Bombeiros/Divulgação A escolha dos cães para a seleção envolve uma série de fatores. Além das características dos animais, são analisados histórico familiar e genética, por exemplo. Para as buscas, por exemplo, não se pode ter um animal que apresente medo. Na faixa etária de Moana, já é possível analisar se existe essa característica, segundo Amorim. Moana foi aprovada em todos os testes aplicados na seleção. A partir de agora, segue em processo de adaptação e treinamentos. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a cadela só poderá atuar em operações oficiais quando completar 18 meses de vida e adquirir um certificado oficial que autorize sua participação. Veja mais notícias do estado no G1 SC […]

  • VÍDEOS: NSC Notícias de segunda, 15 de julho
    on 15 de julho de 2019 at 22:44

    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina. […]

  • Prefeito e secretário de Ituporanga são afastados por determinação da Justiça
    on 15 de julho de 2019 at 21:42

    Eles são investigados em operação que apura crimes contra a administração pública no ramo da coleta de resíduos. Dois empresários também foram presos. Operação cumpre determinação de afastamento de prefeito e secretário da Fazenda de Ituporanga, no Vale do Itajaí MPSC/Divulgação O prefeito e o secretário municipal da Fazenda de Ituporanga, Osni Francisco de Fragas e Arnito Sardá Filho, respectivamente, foram afastados dos cargos nesta segunda-feira (15). Eles são investigados na Operação Reciclagem, que apura crimes contra a administração pública no ramo da coleta de resíduos. Existe a suspeito de corrupção, tráfico de influência, obtenção de vantagem indevida por causa do cargo, entre outros, informou o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), responsável pela operação. Dois empresários foram presos preventivamente suspeitos de fazerem parte do suposto esquema. O afastamento de Fraga e Sardá Filho foi confirmado pelo advogado deles, Luis Bessa Neto, que disse que vai se manifestar somente após ter acesso à investigação. Entre os investigados estão ainda servidores públicos e pessoas ligadas ao ramo da coleta de resíduos. Foram identificados indícios de ilegalidades desde a contratação dos serviços de coleta de lixo até a execução do contrato, como pesagem dupla do material recolhido e uso de tíquetes de pesagem falsos. Segundo o MPSC, com isso a empresa prestadora recebia valores a mais. Além disso, haveria o pagamento ilegal a agentes públicos. Veja mais notícias do estado no G1 SC […]

  • 5 ações para otimizar o consumo de energia na indústria
    on 15 de julho de 2019 at 21:32

    Projetos de eficiência energética são o caminho para reduzir a conta de luz no setor e, de quebra, contribuir para o futuro do planeta Otimizar o consumo de energia na indústria já não é mais um diferencial, mas uma necessidade para reduzir custos, aumentar a competitividade e contribuir com o meio ambiente. No Brasil, esse caminho se faz ainda mais necessário, já que o país apresenta uma das energias mais caras do mundo e desperdiça pelo menos 10% de toda a sua produção energética. Para sobreviver a esse cenário e não comprometer o futuro com a utilização cada vez maior de recursos naturais, a solução tem sido investir em projetos de eficiência energética cuja premissa básica é fazer mais (ou igual) com menos energia. Mas quais iniciativas podem ser tomadas para que os equipamentos da indústria mantenham a produção e consumam menos? Comece pela gestão energética, elabore um plano de conscientização de funcionários, invista em energia renovável e não esqueça de entender esse investimento como uma economia no futuro. Em meias palavras, não se baseie apenas no orçamento e foque em uma solução de alta eficiência. Veja abaixo 5 ações que podem ser tomadas pelo setor para otimizar esse processo. Invista em gestão energética Antes de investir em ações imediatas no setor industrial, é preciso pensar em gestão energética. Ou seja, na contratação de profissionais capacitados que façam a avaliação da performance dos equipamentos através de processos sistêmicos, além de ferramentas como a Gestão e Energia da norma NBR ISO50001, que garantem o mapeamento e melhoria dos consumos. A norma, aliás, recebe apoio irrestrito do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), que trabalha para melhorar a posição do Brasil no rol dos países que buscam otimizar o consumo. Um dos projetos de maior destaque da entidade (à época ainda Eletrobras) foi a parceria desenvolvida ainda em 2017 junto com Instituto Brasileiro do Cobre (Procobre) e o Senai. Juntas, as organizações contribuíram para sete grandes empresas – Coca Cola, Baxter, Bemis, L’Oréal, ThyssenKrupp, Ficosa do Brasil e Plastifluor – aprimorarem a gestão de energia em suas plantas industriais no Brasil. A iniciativa abrangeu todas as etapas para certificação na Norma NBR ISO 50001 e permitiu às empresas participantes estabelecer processos para melhorar o desempenho energético de suas unidades. Outro ponto diretamente ligado à gestão energética é a substituição de motores elétricos antigos e de alto consumo por equipamentos mais eficientes. (Veja detalhes no item 3). Neste sentido, uma das empresas que cumpre o seu papel é a WEG Equipamentos Elétricos. Além de oferecer máquinas que atendem e superam as legislações mundiais com motores até a classe IR5, a companhia atua para fornecer soluções conforme o perfil de cada negócio. Para se ter uma ideia do impacto dessa medida, , a própria Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) lançou entre 2015 e 2018 uma chamada para que os setores industrial e comercial substituíssem os motores elétricos por meio de um sistema de bônus, pois entendeu a necessidade de otimização de consumo frente ao desperdício de energia e à massiva utilização de recursos naturais. A adoção de um sistema de gestão energética, portanto, é de suma importância, pois permite que as empresas controlem o uso e o consumo de energia e encontrem soluções para um melhor aproveitamento, acarretando menores custos de produção e melhoria da rentabilidade dos negócios. 2) Otimize a iluminação Substituir os dispositivos de iluminação por outros mais eficientes é uma ação básica e diretamente relacionada à eficiência energética. Troque as lâmpadas da sua organização por lâmpadas de LED, instale sensores de presença em ambientes comuns e não esqueça de aproveitar a iluminação natural. Nesse sentido vale até melhorar a disposição dos móveis, de forma a aproveitar a entrada da luz do dia. Ah, utilizar cores claras nas paredes e pisos completa o conjunto de alternativas que reduzem a necessidade de iluminação artificial. 3) Substitua os motores elétricos Substituir os motores elétricos por equipamentos de maior eficiência não será apenas uma alternativa, mas sim uma exigência estabelecida por meio da portaria que passa a valer a partir agosto de 2019 no Brasil. A WEG Equipamentos Elétricos se antecipa e já oferece motores acima dos padrões de mercado e que minimizam os custos operacionais da indústria. Multifuncionais, essas máquinas apresentam maior vida útil em comparação aos demais equipamentos e ainda colaboram para reduzir os impactos ambientais, já que têm potencial de diminuir mais da metade do consumo de energia elétrica do setor. Vale lembrar que a modernização da indústria por meio da substituição dos motores elétricos pode ser entendida como ação protagonista dentro do universo da eficiência energética. Isso porque os equipamentos são considerados os “vilões” do consumo, sendo responsáveis por absorver 40% da energia elétrica do planeta. Motores WEG WEG/Divulgação Foto: WEG/Divulgação 4) Priorize o cobre em seu projeto de eficiência Por ser considerado um dos melhores condutores de energia e um dos únicos metais 100% recicláveis, o cobre melhora a performance dos equipamentos elétricos. Os tubos feitos com o metal, por exemplo, são utilizados no transporte de água, aquecimento em edifícios e até em sistemas de refrigeração. Para se ter uma ideia, o cobre é o elemento químico mais adequado para utilizar aquecedores solares de água, devido à sua flexibilidade mecânica e eficiência. Pesquisas indicam que ele leva até oito vezes mais calor do que os outros materiais. Soma-se a isso a redução de consumo, já que esses equipamentos ajudam a economizar até 34% de energia. Não bastasse todas essas funcionalidades, o metal também está presente nos motores elétricos mais eficientes do mercado. De acordo com Ministério de Minas e Energia, o setor industrial consome 43,7% da energia do país, dos quais, 68% com a força motriz, sendo 30% esses equipamentos. A substituição destas máquinas por outras de alta eficiência, com maior presença do metal, pode ser uma alternativa de economia e aumento da produtividade. Entenda mais sobre a eficiência do cobre e de que forma ele pode contribuir para a sua indústria no site do Instituto Brasileiro do Cobre (Procobre). 5) Aposte em sistemas de energia renovável É impossível falar de eficiência energética e não relacionar essa prática à energia renovável. O investimento em um sistema de energia solar, por exemplo, não só ajuda a reduzir o consumo de energia elétrica, como também qualifica a imagem da indústria no mercado. É importante salientar que o investimento na chamada energia limpa é eficaz porque torna a estrutura autossuficiente. Além disso, em longo prazo, paga os gastos com o investimento dos painéis fotovoltaicos e gera uma economia que pode alcançar 80%. Outra grande vantagem desse sistema é a durabilidade e a inexistência de reajustes. Além de não você não precisar se preocupar com reajuste tarifário, terá acesso a um equipamento que apresenta vida útil de no mínimo 25 anos. É a eficiência energética, mais uma vez, provando que tem como premissa o custo-benefício. Dica extra: De nada adianta investir em um grande projeto de eficiência energética se os colaboradores não estiverem em sintonia com esse novo momento da organização. Nesse contexto, é muito importante estimular o consumo inteligente e responsável de energia desde a base e orientar os funcionários a utilizarem conscientemente os equipamentos. Algumas ações de boas práticas podem ajudar. Confira: Organize reuniões periódicas para falar das metas de redução; Promova campanhas internas sobre o tema (banners, mensagens na tela do desktop, e-mail); Crie um comitê de redução de consumo; Promova competições saudáveis sobre consumo consciente entre os setores. A eficiência energética já está se tornando realidade no Brasil e configura uma alternativa para sobreviver aos constantes reajustes tarifários. Para saber mais sobre o assunto, acompanhe os conteúdos do canal. […]

  • SC tem mais de 230 casos de gripe em 2019, com 25 mortes
    on 15 de julho de 2019 at 20:25

    Há pacientes em todas as regiões. Maioria das pessoas que morreram tinha algum fator de risco associado. Santa Catarina registrou 232 casos de gripe A e B em 2019, segundo boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) divulgado nesta segunda-feira (15). O estado também teve 25 mortes relacionadas à doença. Há pacientes em todas as regiões do estado. Mortes Em relação às mortes, 20 dos 25 pacientes tinham algum fator de risco associado, como mais de 60 anos, obesidade, diabetes, asma e outras doenças crônicas. Todas as mortes foram por gripe A. Do total, 22 por H1N1, duas pelo H3N2 e um caso está com o subtipo em investigação. Os pacientes que morreram são moradores dos municípios de: Joinville e Jaraguá do Sul – três casos cada; Blumenau, Chapecó, São Bento do Sul e Tubarão – dois casos cada; Alfredo Wagner, Balneário Camboriú, Biguaçu, Brusque, Campos Novos, Canoinhas, Florianópolis, Guabiruba, Palhoça, São Francisco do Sul e São João Batista – um caso cada. Em Jaraguá do Sul as três mortes foram da mesma família, conforme a Dive. O primeiro a morrer foi um homem de 62 anos, no dia 13 de junho. Dois dias depois a mulher dele, de 59 anos, também morreu. E no dia 24 de junho, foi confirmada a morte da filha do casal de 36 anos. Ela tinha uma doença vascular. Três pessoas da mesma família morrem por Gripe A em Jaraguá do Sul Prevenção Para reduzir os riscos de contrair gripe, a Dive-SC recomenda: lavar as mãos com frequência, principalmente antes de comer; usar lenço descartável ao tossir, espirrar ou assoar o nariz; se não tiver lenço, cobrir a boca e o nariz com o antebraço quando espirrar ou tossir; evitar tocar olhos, nariz e boca; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas; beber bastante água; evitar aglomerações; manter ambientes bem ventilados; evitar contato próximo com pessoas que apresentem sintomas da gripe; evitar beijar bebês, já que eles não têm imunidade completa. Sintomas Os sintomas da gripe são: febre alta; dor muscular; dor de garganta; dor de cabeça; coriza; tosse seca. Segundo a gerente de imunização da Dive-SC, Lia Quaresma Coimbra, a febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias. Ao ter esses sintomas, a pessoa deve procurar atendimento em uma unidade de saúde imediatamente. Caso o tratamento for iniciado logo, podem ser reduzidas a duração dos sintomas e, principalmente, a ocorrência de complicações, afirma a Diretoria. Veja mais notícias do estado no G1 SC […]

  • Fábrica de carros de luxo falsificados é descoberta em SC
    on 15 de julho de 2019 at 19:55

    Donos do local, pai e filho serão indiciados. Eram feitas falsificações das marcas Ferrari e Lamborghini. Fabricação de falsificações de carros de luxo em Itajaí Polícia Civil/Divulgação Uma fábrica de carros falsificados das marcas Ferrari e Lamborghini foi descoberta em Itajaí, no Vale, informou a Polícia Civil. Nesta segunda-feira (15), foram apreendidas oito réplicas que estavam sendo montadas. Os donos do local, pai e filho, serão indiciados. Na ação desta segunda, a polícia encontrou chassis, moldes, ferramentas e fibras usadas na fabricação. A produção clandestina era feita no bairro Itaipava. Fabricação de falsificações de carros de luxo em Itajaí Polícia Civil/Divulgação Os carros eram montados por encomenda e tinham venda divulgada pelas redes sociais. Eles custavam cerca de 8% do valor dos originais. Nesta segunda, pai, filho e um funcionário que estava no local foram ouvidos e liberados, de acordo com o delegado responsável pelo caso, Angelo Fragelli. A identidade deles não foi revelada pela polícia. O crime contra a propriedade industrial é considerado de menor potencial ofensivo. Fabricação de falsificações de carros de luxo em Itajaí Polícia Civil/Divulgação Há informações de que a fábrica ilegal tinha mais trabalhadores. “Se eles têm conhecimento dos fatos, da irregularidade do que eles estavam produzindo, de fato todos eles podem responder por crime contra a propriedade industrial”, explicou o delegado. As próprias marcas entraram em contato com a Polícia Civil e fizeram a denúncia. Os carros eram vendidos para todo o país. Veja mais notícias do estado no G1 SC […]

  • Homem é preso em flagrante por matar ex-sogra e tentar assassinar ex-mulher em SC
    on 15 de julho de 2019 at 18:52

    Ele também atingiu filho, ex-cunhada e vizinho com faca, segundo delegacia. Crimes ocorreram em Campo Belo do Sul. Faca apreendida com homem preso em Campo Belo do Sul Polícia Civil/Divulgação Um homem de 40 anos foi preso em flagrante por matar a ex-sogra, de 60, e tentar assassinar a ex-mulher, de 35, em Campo Belo do Sul, na Serra catarinense. Os crimes ocorreram na madrugada de sábado (13) e ele seguia preso até a tarde desta segunda-feira (15). Segundo a Polícia Civil, ele ainda atingiu com facadas o próprio filho, a ex-cunhada e um vizinho. Crimes Por volta de 1h30 de sábado, o homem foi até a casa da ex-mulher, no bairro Lago Azul. “Ele não estava muito satisfeito, estava inconformado com a separação. Eles desenvolveram uma briga”, relatou o delegado responsável pelo caso, Raphael Bellinati. Em seguida, a ex-sogra entrou na discussão para tentar proteger a filha e foi atingida com uma facada no abdômen. O filho do ex-casal, de 15 anos, a ex-cunhada, de 23, e um vizinho, de 43, também tentaram intervir e tiveram ferimentos leves, a maioria cortes na região das costas. A briga começou dentro da casa e continuou na frente da residência. A Polícia Militar foi chamada. Vizinhos seguraram o homem e ele chegou a ser agredido. Em seguida, a PM chegou e fez a prisão. Feridos Conforme o delegado, a ex-mulher teve alta perto das 17h desta segunda. Os outros três feridos já haviam sido liberados do hospital e devem ser ouvidos pela polícia ainda na tarde desta segunda. Os exames do Instituto Geral de Perícias (IGP) vão esclarecer a gravidade dos ferimentos de todas as vítimas. Em relação à ex-sogra, o laudo do corpo está pronto e será entregue à delegacia. O homem está preso no Presídio Regional de Lages, também na Serra, desde a manhã de sábado. Em interrogatório policial, ele ficou calado e preferiu se manifestar apenas diante da justiça. Veja mais notícias do estado no G1 SC […]

  • Procon inicia Semana da Reconciliação em Florianópolis
    on 15 de julho de 2019 at 18:27

    Ação vai até o dia 26 de julho, no Largo da Catedral Metropolitana. Ação oferece auxílio na renegociação de dívidas em Florianópolis O Procon de Florianópolis deu início nesta segunda-feira (15) à Semana da Renegociação, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), e bancos públicos e privados. A ação vai até o dia 26 de julho, no Largo da Catedral Metropolitana, no Centro da capital, das 9h às 17h. Conforme a organização, é possível conseguir até 90% de desconto. Para os bancos, também é interessante limpar o nome das pessoas. “As famílias, em sua grande maioria, precisam do crédito, para consumir. Então, aproveitando as condições, a Caixa retira o nome dos cadastros restritivos, ou seja, a pessoa passa a ter condições de tomar crédito no mercado. E esse crédito passar a te crediário na loja, passa a consumir, e isso ajuda também na economia do país”, disse Ricardo Bier, superintendente regional da Caixa Econômica Federal (CEF). Os prazos e taxas são menores do que os usualmente praticados. “É basicamente o trabalhador assalariado, né. Esse é o consumidor que vai vir aqui esta semana, é o consumidor que as vezes ficou desempregado no início do ano, não conseguiu honrar o seu cheque especial, cartão de crédito. Então é esse tipo de consumidor que a gente vai ter como foco nesta semana”, disse Michel da Silva, secretário-adjunto de Defesa do Consumidor. O local também oferece serviços da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Veja mais notícias do estado no G1 SC […]