Rio Grande do Sul

  • Jornada Nacional de Literatura é adiada em Passo Fundo por falta de recursos
    on 15 de julho de 2019 at 18:54

    Evento passou a ser previsto para o primeiro trimestre de 2020, mas confirmação depende de verba do Ministério da Cidadania. Em 2015, situação financeira inviabilizou a realização. Após cancelamento em 2015, Jornada Nacional de Literatura voltou a ser realizada em 2017 Reprodução/RBSTV Prevista para começar no final de setembro deste ano, a 17ª edição Jornada Nacional de Literatura de Passo Fundo, no Norte do Rio Grande do Sul, foi adiada devido à situação financeira os organizadores – a Universidade de Passo Fundo (UPF) e a prefeitura da cidade. “A conjuntura econômica nacional impõe um cenário de contenção e exige restrições de investimentos em atividades nas mais diferentes áreas”, diz trecho de nota divulgada nesta segunda-feira (15) pela UPF (leia abaixo na íntegra). A previsão dos organizadores é que o evento, um dos maiores do gênero no país, seja realizado no primeiro trimestre de 2020. Porém, a confirmação da data ainda depende de autorização do governo federal para liberação de recursos pelo Ministério da Cidadania – que abriga a Secretaria Especial da Cultura. Criada em 1981, a jornada é bienal – realizada a cada dois anos. Em 2015, no entanto, não ocorreu, também por falta de verba. Dois anos depois, a cidade teve a 16ª edição viabilizada por recursos do antigo Ministério da Cultura. O evento também contempla a Jornadinha Nacional de Literatura, voltada ao público infantil. Nota da UPF “Universidade de Passo Fundo e a Prefeitura de Passo Fundo têm, ao longo da história, marcado as suas ações pelo trabalho conjunto desenvolvido em prol da educação, da cultura e do desenvolvimento da comunidade. “Nesse sentido, despenderam expressivos esforços a fim de garantir a realização de mais uma edição das Jornadas Nacionais de Literatura, no entanto, a conjuntura econômica nacional impõe um cenário de contenção e exige restrições de investimentos em atividades nas mais diferentes áreas. “Assim, a 17ª edição da Jornada Nacional de Literatura e a 9ª edição da Jornadinha Nacional de Literatura, previstas para o período de 30 de setembro a 4 de outubro de 2019, serão postergadas. “As instituições pretendem realizar a movimentação literária no primeiro trimestre de 2020. A realização, no entanto, depende da autorização do governo federal para que os recursos liberados via Ministério da Cidadania possam ser utilizados no ano que vem.” […]

  • Governo do RS garante ocupação de presídio de Sapucaia do Sul até o fim 2019 e anuncia novas APACs
    on 15 de julho de 2019 at 18:09

    Para amenizar déficit de 16,5 mil vagas no sistema penitenciário, estado planeja abrir 2.170 vagas a curto prazo. Outras 1.375 vagas em sete unidades prisionais estão previstas a médio prazo. Presos estavam nesta viatura, em frente ao Palácio da Polícia, em Porto Alegre Divulgação/Brigada Militar A Penitenciária Estadual de Sapucaia do Sul, que está em obras na Região Metropolitana de Porto Alegre, deve ser concluída e ocupada por presos ainda em 2019. A garantia foi dada pelo secretário da Administração Penitenciária, Cesar Faccioli, durante cerimônia na Capital que marcou os 120 dias do programa RS Seguro. O espaço contará com 600 vagas para detentos do regime fechado. “Este ano, teremos a inauguração da Penitenciária de Sapucaia do Sul. Conseguiremos fazer a ocupação dentro deste ano”, afirmou Faccioli. A obra, que começou em janeiro de 2019, foi viabilizada por meio de uma permuta assinada entre o governo gaúcho e a empresa Verdi Sistemas Construtivos. A construtora ficou responsável pela entrega do presídio e, em troca, recebeu do estado o Ginásio da Brigada Militar e salas comerciais do Instituto de Previdência do Estado (IPE). Eduardo Leite visita Penitenciária de Bento Gonçalves Itamar Aguiar/Palácio Piratini Nos próximos dias, ainda conforme o secretário Faccioli, a penitenciária de Bento Gonçalves será inaugurada. A estrutura tem capacidade para 420 vagas em regime fechado e também foi possível através de permuta. “Absolutamente pronta, últimos detalhes”, afirmou. Na última vistoria realizada, o governador do estado, Eduardo Leite, já havia previsto a abertura do espaço para o mês de julho. Também via permuta, será ampliado o Complexo Prisional de Canoas, com investimento de R$ 6,98 milhões para 192 vagas até o fim deste ano. Estado tem déficit de 16,5 mil vagas no sistema penitenciário Mariana Ribeiro/Defensoria Pública do Rio Grande do Sul A curto prazo, o estado planeja abrir 2.170 vagas no sistema penitenciário, sendo 1,2 mil por meio de troca de imóveis. Além dessa alternativa, outras fontes de recurso estão sendo buscadas pelo governo. Com recursos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), está em construção a Cadeia Pública de Alegrete, que deve contar com 286 novas vagas até o fim do 1º semestre de 2020. O estado ainda obteve junto à União a renovação de prazo para retomar as obras da Penitenciária Estadual de Guaíba. Até o fim de 2020, o espaço deve ser concluído com recursos do estado, possibilitando a abertura de outras 672 vagas. Previsão de abertura de vagas para presos no RS Abertura de 1.375 vagas no médio prazo Para amenizar o déficit de 16,5 mil vagas no sistema penitenciário, o governo prevê ainda a criação de outras 1.375 vagas em sete unidades prisionais, no médio prazo. Entre os projetos previstos, está a construção da Cadeia Pública Feminina de Passo Fundo, com recursos da União, que poderá receber até 286 presas. Com recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), serão criadas ainda as Cadeias Públicas de Rio Grande e Caxias do Sul, cada uma com 388 vagas, e financiadas ampliações nos presídios de Passo Fundo e Cachoeira do Sul. Serão 233 vagas a mais, segundo o governo. Presídio de Vacaria deve contar com 40 novas vagas com verba do Judiciário Divulgação/Polícia Civil No Presídio de Palmeira das Missões, um convênio entre estado e Judiciário possibilitará a criação de 40 vagas, mesmo número a ser aberto no Presídio de Vacaria, com verba do Judiciário. O governador Eduardo Leite diz que pelo menos quatro mil vagas serão abertas na sua gestão. “Essas quatro mil vagas estão estruturadas em diversos projetos de construção, reformas, ampliações de unidade já existentes, construção de novas… Pelo menos quatro mil vagas já têm direcionamento claro para o nosso período de governo”, garante Leite. Novas APACs Detentos assistem a vídeos de pessoas que se recuperaram Reprodução/RBS TV Durante a cerimônia, o governo do estado anunciou ainda a abertura de cinco novas Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (Apacs). Uma delas deve ser inaugurada em 2020 em Pelotas, outra, em 2021 em Novo Hamburgo, e as demais estão em fase de estudo e devem ser abertas até 2022. A primeira unidade prisional gaúcha modelo Apac, que prevê ressocialização humanizada dos apenados, foi inaugurada em Porto Alegre em dezembro de 2018. A estrutura fica no espaço onde antes existia o Instituto Penal Pio Buck, na Zona Leste da Capital. Lá, presos são chamados de “recuperandos”. São eles que controlam a Apac, onde apenas uma porta é trancada, a da entrada. Saiba mais sobre a rotina dos detentos nessa associação. De acordo com o governo, o índice de reincidência dos detentos que passam por esse sistema é de 8%, número nove vezes menor que o do sistema comum. […]

  • Polícia investiga incêndio em vagão histórico na Estação Férrea de Santa Maria; veja vídeo
    on 15 de julho de 2019 at 17:56

    Chamas destruíram propriedade histórica, de mais de 80 anos, na noite de domingo (14). Polícia investiga incêndio e informa que duas pessoas foram vistas nas imagens da câmera de segurança perto do local. Vagão histórico pega fogo na Estação Férrea de Santa Maria Um vagão de trem histórico foi destruído por um incêndio, na Estação Férrea de Santa Maria, na Região Central do estado. O local também é conhecido na cidade como Gare. Veja as imagens do incêndio acima. A Polícia Civil investiga o caso. Duas pessoas aparecem no local próximo ao horário do incêndio, conforme o delegado Carlos Alberto Gonçalves. O vagão tinha 82 anos e estava exposto deste 2013, após ser comprado da empresa férrea ALL pela prefeitura. Depois de seis meses de reformas, podia ser visitado pela comunidade. O fogo começou por volta das 21h30 de domingo (14). Os bombeiros trabalharam por duas horas para apagar as chamas. Foram necessários cerca de 4 mil litros de água para apagar o incêndio. […]

  • Gota de sangue e digital em caixa de aveia: como peritos chegaram à autoria de chacina em Porto Alegre em 2015
    on 15 de julho de 2019 at 17:51

    Homem acusado de matar namorada e família dela foi condenado a 156 anos em julgamento no último dia 8 de julho. Ele era apontado como suspeito na investigação policial, e o Instituto Geral de Perícias contribuiu com as provas. Saiba como funciona o trabalho do Instituto-Geral de Perícias do RS Uma gota de sangue confrontada com uma impressão digital encontrada em uma caixa de aveia, na cena do crime, fez com que peritos confirmassem a identidade do homem apontado como autor das mortes da namorada dele e de mais três familiares dentro da casa delas, em 2015, em Porto Alegre. No último dia 8 de julho, Claudiomar do Nascimento da Rosa foi condenado a 156 anos, 6 meses e 20 dias de prisão após julgamento. A Defensoria Pública já informou que irá recorrer. A reportagem da RBS TV foi até o Instituto Geral de Perícias para mostrar o trabalho dos especialistas. O IGP é responsável pelas análises nas cenas dos crimes. Investigações minuciosas que lembram as retratadas em séries e filmes. O caso da família morta aconteceu em agosto de 2015. Logo após o fato, a Polícia Civil passou a suspeitar do ex-namorado de uma das vítimas, que não aceitava o fim do relacionamento. A autoria seria confirmada após a análise na residência. O cenário encontrado pelos peritos, porém, estava cheio de sangue. Além disso, foi colocado fogo na casa, dificultando um pouco mais a investigação. Casa onde família foi assassinada em 2015 estava com sangue espalhado e partes queimadas por incêndio Reprodução/RBS TV Mas uma gota de sangue fugiu do padrão. Era de uma quinta pessoa, provavelmente o assassino. “Qualquer sangue desse indivíduo era como achar uma agulha no palheiro dentro de um mar de sangue, realmente”, destaca o perito criminal do laboratório de genética forense Gustavo Kortmann. No local eles também encontraram uma caixa de aveia, que estava um pouco queimada. Nela, havia uma impressão digital. “Procuramos se tinha consumo de aveia no quarto. Não tinha nada. Tinha só essa caixa, e notamos que na borda tinha um chamuscamento. Aquilo nos chamou atenção. Tinha o chamuscamento na ponta [da caixa] e a casa tinha princípio de incêndio”, salienta a perita criminal Juliane Chassot. E foi a comparação do sangue com a digital que apontou a identidade de Claudiomar do Nascimento da Rosa. “Impressões digitais numa residência, as pessoas que frequentam essa casa, isso vai ter. Mas a posição em que elas estavam mostrou a intenção dessa pessoa, que era destruir as provas ali depois de cometer os homicídios”, diz a papiloscopista Alessandra Medeiros. Foi com base nessas provas que o homem foi condenado. “É muito difícil hoje, com a tecnologia, que nenhum crime deixe alguma prova a ser detectada. Então é preciso que nossos peritos tenham cada vez mais esse aumento de sensibilidade e chegar o mais perto possível da verdade do que aconteceu no dia do crime”, acrescenta Gustavo. Lauren Rosiane Farias Fim, de 27 anos, namorada de Claudiomar na época, Vitória Regina Farias Fim, de 17 anos, sobrinha de Lauren, Sandra Regina Farias Fim, 62 anos, mãe de Lauren, e o filho da namorada, Gregory Fim da Silva, de 6 anos, foram degolados. A causa apontada para os crimes, acolhida pelos jurados no julgamento popular, foi a intenção de Lauren em terminar o relacionamento, que era desencorajado pela mãe. Já a adolescente e a criança foram mortas apenas por estarem no local. Quatro pessoas foram encontradas mortas dentro de uma residência no bairro Restinga, em Porto Alegre Josmar Leite / RBS TV Descoberta de veneno Também foi nos laboratórios do IGP que outro caso misterioso, que teve condenação recente, foi desvendado: a morte repentina de uma criança em Dom Feliciano, em 2013. A família não tinha ideia do que poderia ter acontecido. Mas um detalhe das últimas horas de vida era uma pista: o bebê havia comido um iogurte que foi dado pela madrinha. Duas peritas se dedicaram a testar elementos até achar, no alimento, um veneno: o carbofurano (inseticida). Em maio deste ano, a madrinha da criança, Laura Fernandes da Luz Drosdosky, foi condenada a 29 anos e 6 meses de prisão, em regime fechado, por homicídio qualificado. A ré nega o crime já apelou na sentença. Na ata do julgamento, consta que a acusada demonstrou desprezo pela família. A mesma mulher já havia sido condenada por matar a avó da criança com o mesmo veneno, que foi colocado no chimarrão. […]

  • Caso tratado como tentativa de latrocínio em Porto Alegre foi execução encomendada, diz polícia
    on 15 de julho de 2019 at 16:35

    Homem de 33 anos foi gravemente ferido com um tiro no abdômen em 12 de abril. Polícia descobriu que mandante do crime queria matar a vítima para ser o único dono de agência de turismo. Três pessoas foram presas no fim de semana. Homem foi baleado em 12 de abril. Polícia tratava na época o crime como tentativa de latrocínio Estêvão Pires/RBS TV O caso de um homem baleado em abril, em Porto Alegre, que estava sendo tratado como tentativa latrocínio (roubo seguindo de morte) foi, na verdade, uma execução encomendada. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (15) pela Polícia Civil. No dia 12 de abril, um homem, de 33 anos, foi gravemente ferido com um tiro no abdômen. O fato ocorreu por volta das 19h, no bairro Passo D’ Areia, próximo ao Viaduto Obirici, na Zona Norte da Capital. Na época, testemunhas relataram que um homem atirou contra a vítima e fugiu com uma mochila. A vítima ficou no hospital por mais de 40 dias em estado grave, passou por seis cirurgias, e sobreviveu. No último fim de semana, três pessoas foram presas. “Após a análise de câmeras de segurança, escutas autorizadas pela Justiça e várias campanas, conseguimos realizar a prisão de três pessoas e descobrir a real motivação do crime. Foi uma simulação de assalto para executar a vítima”, define o delegado Alexandre Vieira, responsável pela investigação. O homem baleado é proprietário de uma agência de turismo. Essa agência tem, entre os sócios, um homem de 70 anos, que está muito doente. Outro homem, de 36 anos, companheiro do idoso doente, é acusado de ser o mandante do crime. Segundo as investigações, o mandante, sabendo que o companheiro iria morrer, teve a ideia de matar o outro sócio da empresa para que, assim, ele fosse o único proprietário. Conforme a polícia, o mandante contratou um outro homem, de 26 anos, morador de Canoas, para simular o assalto e matar a vítima. “O mandante achava que, com a perda do companheiro, que está entre a vida e a morte, e executando o sócio, ele seria o dono da empresa de turismo. O executor confessou e contou todo o esquema”, explica o delegado. O atirador confessou que efetuou disparos contra a vítima e contou todo o plano para os policiais. Ele estava escondido no município de Paranaguá, no Paraná, onde foi preso pelos agentes gaúchos, no sábado (13). O mandante do crime foi preso em Canoas. O delegado espera ouvir o advogado dele na tarde desta segunda. Um terceiro homem também foi preso por receptação no município. Ele estava com o celular roubado da vítima. A polícia ainda ouve uma outra pessoa, um pai de santo de Canoas, que teria ajudado o mandante a enviar o executor para o Paraná. Ele também deve ser indiciado pelos crimes. Suspeito de ter sido contratado para executar o crime foi preso no Paraná Divulgação/Polícia Civ […]

  • Governador Eduardo Leite assina decreto que cria novos batalhões de choque no interior do RS
    on 15 de julho de 2019 at 16:18

    Pelotas, no Sul do estado, e Caxias do Sul, na Serra, vão receber novos batalhões com 110 policiais cada. Outros dois decretos que envolvem a área da segurança foram assinados nesta segunda-feira (15). Governo do Rio Grande do Sul faz balanço da segurança Um decreto assinado pelo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, na manhã desta segunda-feira (15) estabelece a criação de dois Batalhões de Choque no interior do estado. Um deles será instalado na cidade de Pelotas, na Região Sul, e o outro, em Caxias do Sul, na Serra. Cada um contará com 110 policiais. O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa para falar sobre as ações dos primeiros 120 dias do programa RS Seguro. As novas unidades devem começar a funcionar a partir de agosto de 2019, com a formatura de novos PMs. Elas se somam aos pelotões já existentes em Porto Alegre, Santa Maria e Passo Fundo, que também devem ter os efetivos reforçados. Governador Eduardo Leite assinou decretos na manhã desta segunda-feira (15) Gustavo Mansur/Palácio Piratini “Os novos dois mil policiais militares que nós vamos incorporar no mês de agosto ao nosso efetivo, nós vamos estabelecer uma política de número mínimo de policiais nas cidades, para garantir que municípios menores tenham o mínimo de policiais militares”, garantiu o governador. Entre os objetivos principais, está o combate a furtos e roubos a bancos em pequenas cidades. “Em função de crimes que estamos observando, como os de assalto a banco. Não tenho dúvidas de que isso vai reforçar muito a capacidade da nossa polícia de dar resposta a eventos criminosos”, afirmou Leite. Implantação de Áreas Integradas de Segurança Pública Mapa das AISP’s em Canoas Reprodução Canoas será o primeiro dos 18 municípios elencados pelo governo do estado a implantar as Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP’s). O objetivo é dividir o território do município em regiões e integrar o trabalho da Brigada Militar e da Polícia Civil nesses locais. Esse foi o terceiro decreto assinado nesta segunda-feira. Até o fim de 2020, o programa deve estar em funcionamento nas outras 17 cidades. Veja os municípios e o cronograma do governo abaixo. O território de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, será recortado em quatro áreas, divididas verticalmente pela BR-116 e, horizontalmente, por uma linha que segue o curso da Avenida Santos Ferreira, iniciando no limite com Cachoeirinha, até o fim da Rua da Barca, na saída para a BR-448. A área que compreende o Centro e os bairros Mathias Velho, Harmonia e Industrial, por exemplo, ficaram sob cobertura da 1ª Delegacia de Polícia e da 1ª Cia do 15º Batalhão de Polícia Militar, em ação integrada. A ideia é facilitar a troca de informações entre delegacias de polícia e batalhões. Cronograma de implantação das AISP’s Divisão de combate à corrupção Governo do estado fez balanço do programa RS Seguro nesta segunda-feira (15) Gustavo Mansur/Palácio Piratini Na mesma ocasião, outro decreto foi assinado pelo governador. Esse prevê a criação da Divisão de Combate à Corrupção dentro do Departamento Estadual de Investigação Criminais (Deic) da Polícia Civil gaúcha. A demanda, que já figurava no planejamento do estado, acabou partindo também do Ministério da Justiça. “Isso vai permitir que se comece a fazer captação de recursos junto à iniciativa privada, com abatimento em impostos do estado. São recursos públicos, a partir da condição de abrir mão de impostos para investir diretamente em segurança”, explicou o governador. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a medida será implantada imediatamente, porque a unidade já contará com o efetivo necessário, viabilizado a partir da formatura de 412 novos inspetores e escrivães da Polícia Civil, que tomaram posse na última semana. […]

  • Encontrado corpo de jovem que havia desaparecido durante pesca em rio em São Gabriel
    on 15 de julho de 2019 at 15:02

    Lucas Kerkhoff, 22 anos, não era visto desde a tarde de sábado (13), depois que o barco em que ele estava virou. Corpo de Lucas foi encontrado no Rio Vacacaí Reprodução/RBS TV Foi encontrado na manhã desta segunda-feira (15) o corpo do jovem de Lucas Kerkhoff, 22 anos, que estava desaparecido desde sábado (13), quando o barco em que ele estava com um amigo, pescando, virou no Rio Vacacaí, em São Gabriel, Região Central do Rio Grande do Sul. O Corpo de Bombeiros confirmou a informação. No perfil da mãe de Lucas no Facebook, um comunicado foi publicado avisando da morte do jovem e agradecendo pelas orações. Initial plugin text As buscas a Lucas começaram ainda na tarde de sábado, após o acidente. No barco em que ele estava, de porte pequeno, havia um amigo, que conseguiu nadar e se salvar. Outras seis pessoas participavam da pescaria, mas estavam na margem do rio. O grupo que pescava no local é de Venâncio Aires, cidade do Vale do Rio Pardo. […]

  • Decisão liminar impede novas contratações pelo poder público de empresas investigadas por fraudar licitações
    on 15 de julho de 2019 at 14:54

    Foi decretada, ainda, indisponibilidade dos bens para garantir a proteção dos valores obtidos dos cofres públicos ilegalmente, estimados em R$ 6,6 milhões. Juíza também determinou que sejam mantidos contratos em andamento, para a continuidade do serviço público. Em decisão liminar, 17 empresas do Rio Grande do Sul ficam impedidas de fazer novas contratações junto ao poder público, nas esferas municipal, estadual e federal, por serem investigadas por fraudes em licitações. O pedido, através de uma ação civil pública, foi feito pela Promotoria de Justiça Especializada Criminal de Combate aos Crimes Licitatórios, em conjunto com a Procuradoria-Geral do Estado. Assinada pela juíza Cristina Lohmann, a decisão também determina que sejam mantidos os contratos em andamento, para a continuidade do serviço público. Foi decretada, ainda, a indisponibilidade dos bens para garantir a proteção dos valores obtidos dos cofres públicos ilegalmente, estimados em R$ 6,6 milhões, a serem corrigidos quando o processo se encerrar. Os réus, agora, serão notificados para apresentarem suas defesas. O objetivo da ação tem como base a Lei Anticorrupção, segundo o MP. Além do combate à corrupção no âmbito empresarial, também pretende reparar integralmente os danos causados aos cofres públicos, bem como restituir os valores recebidos indevidamente pelas pessoas jurídicas indicadas. Os responsáveis pelas empresas envolvidas, assim como funcionários e servidores públicos que tenham praticado corrupção, foram denunciados em 2015. Esse processo está em andamento e encontra-se em fase de citação dos réus. Na sua decisão, a juíza salientou que as provas das fraudes são concretas. “Os diálogos interceptados e transcritos na peça inicial mostram, de forma evidente, o conluio entre os réus, no intuito de combinar previamente quem seria responsável por ganhar cada licitação, com a posterior emissão de lances com o único intuito de fraudar o certame. A inicial é farta em documentação e comprovação, relativamente a todas as empresas demandadas, implicando-as em fraudes licitatórias”, pontua. Em 2015, o repórter Giovani Grizotti, da RBS TV, fez uma reportagem sobre o caso. Nela, foram divulgadas alguns dos diálogos (veja no vídeo abaixo). “A medida drástica justifica-se, para além da gravidade dos fatos narrados, em razão do fato de que as empresas rés continuam a sagrarem-se vencedoras de certames licitatórios, causando, ao que tudo indica, ainda mais prejuízo ao erário público”, segue a juíza. Segundo o MP, alguns exemplos são a concorrência vencida por uma das empresas, no valor de R$ 29 milhões, em 2017, para a prestação de serviços de vigilância ao município de Porto Alegre, e a licitação para serviços de limpeza na Expointer de 2018. Investigação apura envolvimentos de servidores públicos em fraudes de licitações […]

  • Universidade oferece minicursos gratuitos em Caxias do Sul
    on 15 de julho de 2019 at 14:45

    Inscrições são realizadas pela internet e alunos precisam ter o ensino médio completo. Cursos são das áreas de humanas, exatas e saúde. Universidade de Caxias do Sul oferece cursos de curta duração com emissão de certificado Divulgação/Anhanguera A Universidade Anhanguera, em Caxias do Sul, oferece minicursos de graça durante o período de férias de inverno. São 350 vagas abertas para capacitações nas áreas de humanas, exatas e saúde. Para participar, é preciso ter o ensino médio completo. As inscrições são pela internet, e as aulas começam a partir desta segunda-feira (15). Os participantes ganham certificado no final. A Anhanguera Caxias do Sul fica na Avenida Alexandre Rizzo, 505, no bairro Desvio Rizzo. Programação: 15 de julho (segunda-feira) 19h15 – Anatomia e fisiologia básicas direcionadas ao atendente de farmácia 19h15 – Os juizados especiais cíveis e o acesso à Justiça 16 de julho (terça-feira) 19h15 – Escalada esportiva: um esporte nas alturas 19h15 – Carreira de sucesso 19h15 – Farmacologia e fitoterapia básicas direcionadas ao atendente de farmácia 17 de julho (quarta-feira) 19h15 – Inovação e tecnologia 19h15 – A prática do pilates na terceira idade 18 de julho (quinta-feira) 19h15 – Psicologia: contextos de atuação […]

  • Familiares e amigos se despedem de jogador que morreu em acidente de ônibus em Itaqui
    on 15 de julho de 2019 at 14:01

    Velório de Pablo Yago Radaeli, de 22 anos, ocorre em Novo Hamburgo. Veículo transportava a delegação do Passo Fundo Futsal quando se acidentou na BR-472. Familiares se despedem de jogador que morreu em acidente de ônibus em Itaqui Familiares e amigos se despedem nesta segunda-feira (15) do jogador de futebol de salão Pablo Yago Radaeli, de 22 anos, que morreu em um acidente de ônibus na madrugada de domingo (14), em Itaqui. O veículo transportava a delegação do Passo Fundo Futsal quando se acidentou na BR-472. O velório está ocorrendo em Novo Hamburgo, cidade natal de Pablo. À tarde, o corpo será cremado. A mãe do jovem, Marcia Jaqueline Radaeli, conta como o filho era animado e querido por todos. “O Pablo era um menino muito doce, muito sapeca, muito alegre. Ele deixava todo mundo feliz. Ele contagiava todo mundo com a alegria, a felicidade e o amor dele. Acho que agora eu entendi que ele foi um anjo que Deus me mandou, me ensinou muito, que contaminou todo mundo ao seu redor com amor.” O cunhado de Pablo, Vinicius Telles da Cruz, relata que o jovem era uma pessoa “muito família”. “Conheço ele há 13 anos. Eu vi ele crescer, vi ele jogar na UJR [time de futsal de Novo Hamburgo], eu jogava na UJR também. Eu vi ele evoluindo. O Pablo era uma pessoa extremamente amorosa, carinhosa com todo mundo, ele dava abraço, beijo em todo mundo. Ele amava crianças, era apaixonado pelo afilhado dele, o Pedro, e todos os primos dele que, infelizmente, sentem muito a perda dele”. Emocionada, a mãe de Pablo [vestida de azul] abraça familiares e amigos no velório do filho RBS TV/Reprodução O conselheiro do Passo Fundo Futsal Alfredo Iung também foi ao velório e contou como o acidente impactou a cidade e o time. “Segundo ele [Pablo] mesmo nos falava, ele estava na melhor fase da carreira dele. Era nosso goleador esse ano, acho que tinha feito 15 gols. A cidade amanheceu ontem [domingo] triste, todo mundo procurando achar palavras, mas nesse momento, não tem. Não tem o que dizer. Só dizer que nós vamos lutar por ele”, relata. Outras pessoas que estavam no veículo ficaram feridas e foram encaminhadas ao Hospital Ivan Goulart, na cidade vizinha de São Borja. Segundo a PRF, 13 passageiros tiveram lesões leves. O roupeiro da equipe, Sandi Vieira, teve fraturas nos dois braços e nas costelas, e chegou a ser internado na CTI do Hospital Ivan Goulart, em São Borja. Ele foi transferido no domingo para o Hospital de Clínicas de Passo Fundo, onde segue na UTI, consciente, com estado de saúde estável. O acidente Ônibus que levava delegação do Passo Fundo Futsal tombou em Itaqui Eduardo Belmonte/Rádio Cultura O veículo tombou no km 430,8 da rodovia por volta das 2h30 de domingo. A empresa de ônibus que fazia o transporte da equipe ficou responsável pelo deslocamento dos passageiros depois do acidente. No site do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), há um aviso de que é necessário ter cuidado na BR- 472, dos km 406 ao km 490, devido um serviço de tapa buraco (veja abaixo). Site do Dnit informa que é necessário ter cuidado no trecho onde ocorreu o acidente Reprodução Conforme o policial rodoviário federal Mauro Roberto Rodrigues, Pablo já estava morto quanto a viatura da PRF e o Samu chegaram ao local do acidente. Ele explica que o motorista não chegou a ser ouvido no local. “Nós entendemos que não havia nenhum outro vestígio ou possibilidade de causa. A pista é razoavelmente boa. Há a possibilidade de sono ao volante”, observa. […]