Pesquisa mostra como álcool danifica DNA e aumenta o risco de câncer

Danos celulares irreversíveis predispõem ao desenvolvimento de tumores.

Muito se fala da associação entre consumo de álcool e aumento do risco de desenvolver câncer. Agora, pesquisadores conseguiram demonstrar como a bebida danifica o DNA nas células-tronco, o que ajuda a explicar esse fenômeno. Os resultados do experimento, parcialmente financiado pelo Cancer Research UK, foi publicado na quarta-feira (3) na revista científica Nature.

Estudos anteriores se detiveram a analisar como o álcool poderia causar câncer em culturas de células. Desta vez, pesquisadores do MRC Laboratório de Biologia Molecular, de Cambridge, utilizaram ratos para testar os efeitos da substância. Eles deram álcool diluído aos animais e analisaram os cromossomos e sequenciamento de DNA para avaliar os danos. Foi descoberto que o acetaldeído – produto químico prejudicial produzido quando o corpo processa o álcool – altera permanentemente as sequências de DNA.

Compreender como o modelo de DNA dentro das células-tronco é danificado é extremamente importante, pois essas células defeituosas são as que podem causar câncer. Com essa descoberta, é possível entender como o consumo de bebidas alcoólicas aumenta o risco de desenvolver sete tipos de câncer, incluindo os mais comuns, como de mama e intestino.

Autor do estudo, o professor Keatan Patel disse:
— Alguns tipos de câncer se desenvolvem devido a um dano no DNA das células-tronco. Enquanto alguns prejuízos ocorrem ao acaso, nossos achados sugerem que beber álcool pode aumentar o risco desses problemas.

Linda Bauld, especialista em prevenção da doença no Cancer Research UK, acrescentou:
— Esta pesquisa nos traz a reflexão dos danos que o álcool pode trazer às células, custando a algumas pessoas muito mais do que uma ressaca. Sabemos que o álcool contribui para mais de 12 mil casos de câncer no Reino Unido por ano, então, reduzir a quantidade de bebida alcoólica é uma boa ideia.

Fonte: WH3

Rádio Efapi com informações Portal Aconteceu

Adicionar aos favoritos o Link permanente.