Com gol no fim do jogo, Chapecoense cede empate ao Atlético-GO

Resultado deixou equipe goiana matematicamente rebaixada para a Série B.

A Chapecoense foi a Goiânia e empatou com o Atlético-GO por 1 a 1, neste domingo, no Estádio Olímpico Pedro Ludovico. O Verdão saiu na frente, com gol de Túlio de Melo ainda no primeiro tempo, mas cedeu o empate no fim do jogo. Luiz Fernando anotou o tento do Dragão, que é o primeiro time rebaixado.

A Chape chegou aos 48 pontos e, provisoriamente, ocupa a 10ª colocação na tabela. Na penúltima rodada do Brasileirão, o time encara o Bahia, domingo que vem, às 19h, na Fonte Nova.

Garantida na elite, a Chape entrou de sangue doce na partida, esperou as ações do Dragão e aproveitou quando teve oportunidade. Ao contrário do adversário, que precisava dos três pontos para ainda seguir com chances de fugir do rebaixamento. Por isso, o Atlético-GO teve a posse de bola e a primeira chance de gol, com Diego Rosa. Mesmo desequilibrado, o atacante da casa conseguiu o chute, mas para fora.

Jorginho também tentou surpreender Jandrei, sem sucesso. Depois, William Alves usou a barriga para desviar a bola num cruzamento. O goleiro do Verdão defendeu. Para ampliar as chances dos donos da casa, Luiz Fernando avançou pela esquerda de ataque e bateu rasteiro. Para a sorte da equipe catarinense, nenhum jogador do Dragão apareceu para marcar.

A Chapecoense, que até então pouco havia feito no jogo, resolveu assustar o adversário. E o ataque foi competente. Em escanteio cobrado por Reinaldo, Túlio de Melo disputou no alto com William Alves, a bola desviou e foi parar no fundo das redes. Na saída para o intervalo, o atacante da Chape admitiu que o último toque foi do zagueiro do Atlético-GO. Porém, o árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva confirmou o gol para Túlio de Melo.

No segundo tempo, a Chapecoense tentou nos contra-ataques dar números finais do confronto. Apodi quase fez o segundo, mas o goleiro Klever salvou o Dragão.

O Atlético-GO seguiu com mais posse de bola, mas faltava pontaria ao time. Por duas vezes, Jandrei apareceu para evitar o gol adversário. E numa confusão entre Fabrício Bruno e Amaral, o zagueiro do Verdão chutou contra o próprio gol e acertou a trave. Nos acréscimos, Luiz Fernando venceu Jandrei e empatou a partida.

Ficha técnica
Atlético-GO: Klever; Jonathan (Marcão Silva), William Alves, Gilvan e Breno Lopes; Igor (Jefferson Nem), André Castro, Andrigo, Jorginho e Luiz Fernando; Diego Rosa. Técnico: João Paulo Sanches.

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Reinaldo; João Pedro (Lucas Mineiro), Moisés Ribeiro, Amaral e Luiz Antônio (Lucas Marques); Túlio de Melo (Rodrigo) e Arthur Caíke. Técnico: Gilson Kleina.

Gols: Túlio de Melo (C, aos 35min/1ºt), Luiz Fernando (A, aos 45min/2ºt)

Cartões amarelos: Jonathan, Jorginho, Marcão Silva (A), Túlio de Melo, Lucas Mineiro (C)

Arbitragem: Dewson Fernando Freitas da Silva, Helcion Araújo Neves e José Ricardo Guimarães Coimbra (trio do PA).

Local: Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO).

Público: 2.280

Renda: R$ 14. 835,00

Fonte: WH3

Radio Efapi com informações do Portal Aconteceu

Adicionar aos favoritos o Link permanente.