Colombiano viaja quase oito mil quilômetros para entregar pintura à Chapecoense

Sigifredo Echeverri Hidalgo fez parte do trajeto de carona e trocando desenhos por comida. Ele chegou a Curitiba onde conseguiu completar o último trajeto até Chapecó.

Quase oito mil quilômetros de distância não são uma barreira para quem é movido por uma emoção, como a do colombiano Sigifredo Echeverri Hidalgo, que deixou a cidade de Medelin, na Colômbia, para uma jornada até Chapecó, em Santa Catarina.

O artista plástico carrega um pintura de mais de três metros com a imagem das vítimas da tragédia em 29 de novembro de 2016, quando o avião da Chapecoense caiu na cidade de La Unión, na Colômbia, matando 71 pessoas.

A imagem, contou ele, foi pintada depois de um sonho. Ela é inspirado no formato da taça da Copa Sul-Americana onde aparecem as imagens dos jogadores da Chape mortos na tragédia, além do técnico Caio Jr. Também está marcada a frase “amigos para sempre” que representa as homenagens com a equipe do Atlético de Medelin, que jogaria a final da Sul-Americana com a Chapecoense.

O artista plástico chegou a Curitiba há poucos dias em busca de ajuda para conseguir alcançar a cidade catarinense. Sua viagem começou de avião de Medelin até Lima, no Peru, onde o dinheiro acabou e ele iniciou uma longa trajetória pedindo carona e contando com a solidariedade das pessoas. Fazia desenhos e pinturas em troca de comida e dinheiro para dormir até que foi acolhido pela Fundação de Ação Social de Curitiba (FAS), que o encaminhou para o Consulado Honorário da Colômbia.

Movidos pela emoção e a força do artista plástico de 62 anos, o cônsul Julio Cesar Algeri comprou uma passagem de ônibus para que ele siga a sua trajetória até Chapécó, onde pretende entregar o desenho para representantes do clube. Antes de deixar o consulado em Curitiba, ele deixou uma frase que usa como lema de vida.

– Si luchas com amor y mucho esfuerzo llegas lejos siempre con Diós (em tradução livre: Se lutar com amor e muito esforço se chega longe e sempre com Deus).

Fonte: GLOBO ESPORTE

Adicionar aos favoritos o Link permanente.